• Por Stephanie Sonsin

Entenda o comportamento da criança que chora por tudo




O seu filho chora por tudo sem motivo aparente? Ou conhece alguma família que passa por isso? Neste artigo vou te dar dicas para ajudar a identificar e lidar com as emoções dos seus filhos para torná-los ainda mais incríveis. Por isso, veja a seguir os motivos e os gatilhos por detrás da criança que chora por tudo.


Criança que chora por tudo: O que ela quer?


Crianças menores ou maiores usam o choro como uma das formas de comunicação. Vamos ser claros e diretos: ela está chorando porque precisa de alguma coisa que não está acontecendo. As crianças não têm habilidades para chegar e falar: "quero ficar com a minha mãe".


Nós, como pais, esperamos das crianças pequenas uma maturidade que ainda não existe. Nós queremos que a criança se comunique de outra maneira que não o choro. A verdade é que nós queremos ter o controle da situação. O choro representa um grande desafio para a criança, sendo ele: cessar o choro.


O problema começa a se tornar constante a partir das atitudes erradas que os pais têm nessa hora. É importante nesse momento ajudar a criança a perceber que ela pode se comunicar de uma forma diferente, mais clara e melhor. Afinal, ela ainda só conhece essa forma de comunicação.


Contudo, os pais não estão preparados para entender, explicar e acolher a criança. E quanto mais incompreendida é a criança, mais ela grita e chora por tudo. Nesse contexto, temos o seguinte parâmetro:

  • O choro expressa uma necessidade e representa a comunicação da criança com o mundo.

  • A criança tem comportamento mal-educado porque não é atendida como deveria;

  • Os meios de comunicação devem ser ensinados à criança, como a fala, os gestos e as atitudes;

  • A falta de compreensão, acolhimento e entendimento da situação piora o comportamento ruim.

Como auxiliar na mudança de comportamento?


Há uma série de exercícios contínuos que você deve fazer com a criança para mudar esse comportamento. Veja a seguir quais são eles!


1. Entenda as ações que potencializam o choro


Cansaço, doença, sono, fome, estresse e outros fatores, contribuem para que a criança chore o tempo todo. É preciso atender a essas necessidades básicas antes de qualquer coisa.

2. Previna determinadas situações


Se você sabe que ficará bastante tempo fora com a criança, leve lanche para ela não ficar com fome. Essa é apenas uma das ideias que você pode ter para prevenir as ações que potencializam o choro da criança.


3. Ensine a criança a expressar seus sentimentos


Exemplo: em uma loja de brinquedo, a criança chora porque você não comprou o brinquedo que ela tanto queria. Para expressar a insatisfação, já que ela não sabe lidar com a situação, se joga no chão e se machuca.


O que você está fazendo nesse momento que ela cai?


Aprendemos a reconhecer e identificar nossos sentimentos e isso deve ser passado para as crianças. Se a criança chora por tudo, é porque tem dificuldade de reconhecer e identificar seus sentimentos.


4. Acolha a criança que chora por tudo


De forma alguma a criança deve ser recriminada ou chamada de "chorona", por exemplo. Ela precisa de acolhimento, apoio e compreensão. No início será difícil entender as frustrações, emoções, sentimentos e as formas de comunicação que existem além do choro.


Então tenha paciência, entenda a criança e ensine que é mais fácil conversar, explicar seus medos, contar para os pais suas frustrações e se livrar delas agindo de maneira diferente.


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo